CDS-PP quer locais estratégicos para depósito de ‘monstros’

Onde depositar electrodomésticos e móveis velhos ao fim-de-semana?

A renovação de electrodomésticos e mobiliário doméstico obriga a que os equipamentos ou modelos mais antigos sejam colocados fora de casa para posterior recolha dos serviços municipais.
A recolha deste material em fim de vida útil foi o mote para a intervenção de Álvaro Amorim, do Grupo Municipal do CDS, na Assembleia Municipal de 29 de Junho, visando encontrar uma solução para que os ‘monstros’ despejados durante o fim-de-semana, quando o serviço não está disponível, não sejam despejados junto aos depósitos do restante lixo.

“Isto leva a que frequentemente se veja, junto dos ecopontos e caixotes do lixo, móveis e electrodomésticos abandonados. Não sendo esta uma prática legal, compete ao executivo municipal criar condições para que as populações possam eliminar de forma correcta e segura estes monstros”, observou o deputado municipal, recomendando a “criação de locais estrategicamente colocados para que os arcuenses possam depositar estes lixos de grandes dimensões”.

No período de respostas às intervenções, o presidente da autarquia, João Manuel Esteves, sugeriu a linha telefónica do município, que faz também por esta via a recepção dos pedidos de recolha de resíduos volumosos (vulgo monstros) e… alguma paciência.

“Há um número de telefone [258520500]. Liguem. Se ao Sábado estão a fazer mudanças, guardem ali ao lado, na Segunda de manhã, se combinarem, os serviços vão lá busca-los. O serviço é gratuito, seja no Carregadouro ou na Peneda”, frisou João Manuel Esteves.

Ainda no que respeita à limpeza e garantia da saúde pública e em resposta ao deputado do CDS, João Manuel Esteves garante que já foi feita a adjudicação para o procedimento de limpeza dos contentores.

Recomendado:

0 comentários