EMER-N apoia a criação de 212 novas empresas em meio rural desde 2016

Durante o período de vigência do projecto EMER-N – Empreendedorismo em Meio Rural na Região Norte, desde 11 Setembro de 2016 até Agosto 2018, este instrumento de apoio aos micro e pequenos negócios gerou alguns impulsos na economia regional.

Prestes a finalizar a sua intervenção no território (já em Agosto), o EMER-N apoiou a criação de 212 novas empresas que geraram 282 postos de trabalho. Estes novos projectos investiram na sua totalidade 13 milhões de euros e geraram um volume de negócios de 20 milhões de euros ao longo deste período.

No apoio às empresas já existentes, o projecto “adaptado aos condicionalismos e particularidades do meio rural” apresenta números menos expressivos, mas quase duplicando na proporção volume de investimento-volume de negócios. Assim, das 328 empresas apoiadas foram criados 146 postos de trabalho e um volume de negócios na ordem dos 11 milhões de euros para 6 milhões de investimento.

Estes e outros números de “balanço” do período de execução do EMER-N foram apresentados ontem, no primeiro dia da feira de empreendedorismo em meio rural na região Norte, o “Norte Empreende – Sabores e Saberes Rurais”, que decorre até domingo (15 de Julho) na Alfândega do Porto.

 

Jorge Miranda, Coordenador de Projectos da incubadora empresarial arcuense In.Cubo. Foto © Artur Azevedo

Esta apresentação de negócios de empreendedores do norte num dos locais de referência do centro da cidade portuense assinala “o ponto alto e ponto final” de um projecto dinamizado na sua génese pelo ex-Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira e Brito, como explicou Jorge Miranda, Coordenador de Projectos da incubadora empresarial arcuense In.Cubo no primeiro dia de jornadas. “Começou em 2014, quando fomos desafiados pelo então Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, a testar a metodologia nas zonas rurais”, explicou.

O apoio ao empreendedorismo adaptado ao mundo rural foi alargado aos 86 municípios do Norte de Portugal e envolveu em parceria 15 entidades, desde as associações empresariais, às universidades e às ADL enquanto instituições que acompanham a dinâmica empresarial do território.

O jornal AVV vai acompanhar o segundo dia de sessões e dinâmicas do evento em liveblog sobre os painéis temáticos e dará nos próximos dias mais indicadores dos resultados do projecto destinado ao mundo rural do Norte.

Apoio:

Recomendado:

0 comentários