Arcos de Valdevez lança “espaço de oportunidades” para a ciência e homenagem ao legado do padre Himalaya

Já iniciaram as obras de intervenção na antiga Escola do 1º Ciclo, que servirá, após a intervenção, as “Oficinas de Criatividade Himalaya”. A futura plataforma de promoção da ciência educativa tem como personagem inspiradora um dos maiores cientistas e visionários portugueses da viragem do século XIX, o padre Manuel Himalaya, nascido em Arcos de Valdevez há 150 anos.

O acto de consignação realizou-se no passado dia 28 de Agosto, assinado entre o Município arcuense e a empresa Baltor, vencedora do Concurso Público da empreitada. Na sessão foi ainda apresentado sumariamente o global da intervenção e do conceito das Oficinas de Criatividade Himalaya.

O investigador e professor universitário Jacinto Rodrigues, conselheiro científico do projecto, nome de referência nacional e internacional em torno da figura de Himalaya, marcou presença neste acto de lançamento, onde referiu ser esta “uma primeira pedra” de um projecto multidisciplinar e abrangente que ajudará a fazer justiça ao legado do cientista arcuense.
O advogado Júlio Viana, em representação da família do cientista, realçou a importância do projecto para a memória futura do padre Himalaya.

O presidente da Câmara de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, destacou por sua vez a “enorme importância” deste projecto para o concelho e para a região. Para o edil este é “mais um investimento no concelho e na criação de um espaço de oportunidades, de conhecimento e aprendizagens que irá contribuir para o desenvolvimento sustentável em Arcos de Valdevez”.

Projeto das obras de intervenção na antiga Escola do 1º Ciclo.

A “Oficina de Criatividade Himalaya” será um espaço dedicado à ciência educativa, com várias áreas de exposição e de experimentação, baseados na vida, na filosofia e no pensamento de Manuel Himalaya em áreas tão diversas como a Ciência, a Educação, a Ecologia e a Filosofia. Irá operar como um equipamento de descoberta e fruição, tendo nas crianças, jovens e famílias o seu principal público-alvo.

O projecto global tem um investimento de 1,5 milhões de euros e será realizado com recurso a fundos comunitários, inserindo-se na operação “Oficinas de Criatividade Himalaya/Arcos de Valdevez”, co-financiada pelo FEDER, Programa Operacional Norte 2020, Portugal 2020, Eixo Prioritário 4 – Qualidade Ambiental.

Recomendado:

0 comentários