Das cebolas ao fumeiro: Há mais Alto Minho no cabaz que Beatriz Costa vai mostrar à Europa

Além do feijão Tarrestre de Arcos de Valdevez, há fumeiro de Melgaço

Beatriz Costa, de 18 anos, natural de Ribeirão (Vila Nova de Famalicão), vai representar o Minho – e o país, já que é a única concorrente portuguesa – no European Young Awards, em Galway, na Irlanda, e leva o Minho sob a forma de sabores para este concurso que põe à prova os jovens cozinheiros, provenientes de várias regiões europeias.

Já demos nota da participação da jovem entusiasta da inovação na cozinha portuguesa a propósito de um dos ingredientes que compõe a receita que irá apresentar a concurso, que é o Feijão Tarrestre (um endógeno de Arcos de Valdevez), mas há ainda fumeiro de Melgaço no cabaz alto-minhoto.

A chouriça de sangue e de carne de Porco Bísaro, produtos certificados por IGP [Indicação Geográfica Protegida], provenientes da produção da Quinta de Folga – que tem por base a criação dos animais ao ar livre, em parcelas da Quinta de Soalheiro (Melgaço) – juntar-se-ão ao feijão Tarrestre arcuense na paleta se sabores proposta por Beatriz Costa.

Estes serão os mais emblemáticos para o Alto Minho, mas toda a ‘matéria-prima’ que irá ser usada neste concurso tem como terra-mãe o Minho. “Levarei todos na mala comigo, porque o produto bom é o nosso, tradicional e minhoto. Desde as cebolas aos alhos, a carne de porco Bísaro e ao feijão Tarrestre, tudo será desta região”, diz-nos a jovem.

“Sinto uma responsabilidade muito grande, um certo peso nos ombros, porque é o Minho que vou levar comigo, mas sinto-me bastante feliz por poder representar o meu país e a minha região em principal”, confessa Beatriz costa ao AVV.

Parte amanhã (24 de Novembro) para a Irlanda e só voltará a 27, mas pelo meio esperam-na dois dias de provação ao mais alto nível. No dia 25 apresenta a concurso a ‘versão’ tradicional da sua proposta gastronómica e no dia seguinte uma opção trabalhada por si, mais “inovada”.
O vídeo oficial de apresentação da candidata portuguesa já pode ser visto nas redes sociais e, além de levar algumas das melhores imagens da região, leva também uma mensagem que quebra tabus sobre o entendimento comum do que serão as mulheres, a sua relação com a cozinha e com a sociedade.

Sobre a candidata:

Beatriz Costa frequentou o Curso Profissional Técnico de Cozinha/Pastelaria da escola Didaxis – Cooperativa de Ensino, CRL, de 2015 a 2018 – instituição pela qual se apresenta no European Young Awards – e está actualmente a frequentar o curso de Serviços de Restauração e Catering, na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Politécnico do Porto, em Vila do Conde. Nos tempos livres, além da cozinha, é também entusiasta da bateria, futebolista e escuteira.

Video de apresentação no concurso:

Apresentação da nossa aluna Beatriz no European Chef Awards

É com muito orgulho que divulgamos o vídeo oficial de apresentação da nossa aluna Beatriz no European Young Chef Awards 2018, na Irlanda.A Beatriz terminou em julho de 2018 o curso técnico de Cozinha/Pastelaria na Didáxis, e apesar de ter seguido para o ensino superior, permanece connosco na preparação desta distinta participação Europeia.Por aqui… reunimos, partilhamos ideias, apuramos a receita, introduzimos novas técnicas, tranquilizamos emoções e geramos muita energia positiva! Estas são as variáveis que têm sido trabalhadas com muita dedicação e, em união com a nossa aluna, que se revelou desde o inicio extremamente interessada, empenhada e cheia de vontade de conquistar os seus sonhos.A Didáxis agradece a todos quantos participaram nesta jornada. Um especial obrigado à Beatriz, ao Professor Filipe Martins, à Diretora Técnica do Curso Diana Ferreira, ao Chef Renato Cunha do Restaurante Ferrugem, pela forma incansável como se dedicaram a este projeto.Força Beatriz! Por cá… ficamos todos a torcer por ti!

Publicado por Didáxis – Vale S. Cosme em Quinta-feira, 22 de Novembro de 2018

Recomendado:

0 comentários