Rusga de Cabreiro reviveu a tradição da Matança do Porco “à moda antiga”

No dia 23 de Fevereiro, a Associação Rusga de Cabreiro reuniu esforços para reviver uma das tradições rurais que outrora eram o sustento mas também grande mote para o convívio das famílias.

A Matança do Porco “à Moda Antiga”, na sede da associação, cumpriu-se com todos os tradicionalismos associados, sem descurar os pormenores muito próprios deste acto, desde a chegada do matador, familiares e amigos convidados que, antes de matar o porco, começaram com um ‘mata-bicho’ [umas bolachinhas, acompanhadas de aguardente e café]; passando depois para o encaminhamento do porco para o carro de bois, onde viria a ser morto e depois chamuscado com colmo e lavado com a cortiça e água quente no pote à lareira.

Na cozinha, as mulheres prepararam a comida desse dia: À volta das panelas, da masseira e do lume, com a preparação das tradicionais bicas de massa, dos rojões e do ‘verde’ [o sangue do porco coagulado, cozido) e o Cozido “à nossa moda”.

“Foi um dia bem recheado, de bons sabores e tradições, com grande adesão dos cabreirenses e outros participantes que foram e serão sempre bem-vindos. A associação Rusga de Cabreiro agradece a todos pela maravilhosa cooperação”, congratula a organização.

Recomendado:

0 comentários