Juliana Rodrigues é a Rainha das Vindimas de Arcos de Valdevez

Juliana Rodrigues, de Padroso, foi a vencedora da 2ª edição da Rainha das Vindimas de Arcos de Valdevez, conquistando o título maior na iniciativa local do concurso promovido a nível nacional pela Associação Nacional de Municípios, que culminará com a gala nacional, a realizar no Outono.

Em Arcos de Valdevez, o desfile decorreu a 31 de Maio, dia da abertura oficial da edição de 2019 do Festivinhão, no Jardim dos Centenários, onde os eventos se concentraram.
À vencedora “Rainha” juntam-se ainda Tânia Gomes, da Freguesia de Oliveira, eleita Primeira-Dama de Honor e rainha Fotogenia, eleição da responsabilidade do fotógrafo oficial do evento, Eduardo Pimenta, do Foto Beleza; e Jacinta Barros da Freguesia de Sabadim, eleita Segunda-Dama de Honor e Rainha Simpatia, por eleição das colegas de concurso.
As participantes tiveram que pisar a passerelle em três trajes diferentes; traje tradicional, roupa prática e vestido de noite.
No total, foram nove as Freguesias arcuenses que apresentaram a respectiva candidata ao título, nomeadamente:

Padroso – Juliana Rodrigues (Rainha das Vindimas 2019)
Oliveira – Tânia Gomes (Primeira Dama de Honor e Rainha Fotogenia)
Sabadim – Jacinta Barros (Segunda Dama de Honor e Rainha Simpatia)
Jolda Madalena – Beatriz Oliveira
Rio Cabrão – Vanessa Brito
Rio de Moinhos – Sílvia Rodrigues
Padreiro Salvador e Sta Cristina – Vanessa Fernandes
Távora Sta Maria e S. Vicente – Tânia Gomes
Cabana Maior – Ângela Santos

“Acho que ainda não interiorizei muito bem que agora vai ser a sério!”
foto: Eduardo Pimenta [FotoBeleza]

A vencedora do título, Juliana Rodrigues, 18 anos, recebeu o a coroa da vencedora da 1ª edição do concurso em Arcos de Valdevez, (também Juliana) Canossa, que inaugurou a participação arcuense no concurso.
Foi por essa altura que a junta de Freguesia de Padroso abordou a jovem e lhe manifestou a vontade de a chamar para representar a freguesia nesta edição de 2019.
O resultando não podia ser melhor para a Freguesia e para a candidata que confessou, em declarações ao jornal AVV, a sua “surpresa”.
“Não estava nada à espera. O concurso correu muito bem, no geral, mas todas estivemos bem, por isso fiquei surpreendida, mas fiquei contente, claro”, notou.
Frequentadora da Faculdade de Ciências, a moda significa-lhe pouco mais do que acompanhar as tendências e o gosto por ver os desfiles, “mas é só isso”, frisa. Apenas o à-vontade, que já ganhara pela participação no concurso de Misses, no concurso escolar, lhe deu trunfos para brilhar nesta sessão que lhe deu o ‘bilhete’ do município para representar o concelho a nível nacional.
“Acho que ainda não interiorizei muito bem que agora vai ser mesmo a sério… Para já estou contente por representar o concelho”, confessa.

Recomendado: