Arcos de Valdevez assinalou Dia do Concelho: Homenagem a Teixeira de Queiroz e investimentos de milhões para “um concelho com mais oportunidades”

O município de Arcos de Valdevez celebrou, no passado dia 11 de Julho, o Dia do Concelho. A comemoração do “dia maior de todos os arcuenses” começou com o hastear das bandeiras, num acto que contou com a participação dos Bombeiros Voluntários, Corpo Nacional de Escutas e Banda da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez. Seguiu-se a Sessão Solene de Comemoração do Dia do Concelho, no auditório da Casa das Artes, com a intervenção do presidente da Assembleia Municipal, Francisco Araújo, e do presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves.

Hastear da Bandeira || Foto: CMAV

Da programação do Dia do concelho fez ainda parte a apresentação do projecto “José Rodrigues: Um Roteiro de Arte Pública”, na Avenida Recontro de Valdevez, junto ao monumento evocativo; o descerramento de placa de Homenagem ao escritor Teixeira de Queiroz, integrado no programa alusivo ao Centenário da morte do escritor (1919-2019), na Casa de Cortinhas; bem como o concerto musical da banda “The Lucky Duckies” no Jardim dos Centenários.
No contexto das comorações concelhias, no dia 10 foi apresentada a publicação “Casas Armoriadas do Concelho dos Arcos de Valdevez – Paço de Giela; Volume VII”, no Paço de Giela.

Na Sessão Solene das comemorações, o presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, assinalou as várias iniciativas realizadas pela autarquia nas áreas da Educação, Acção Social, Associativismo, Turismo, na cooperação existente entre os vários parceiros ou as acessibilidades.

“Promovemos um concelho com mais oportunidades,” afirmou o autarca, dando nota de que que a Câmara Municipal investiu, nos últimos cinco anos, mais de 10 milhões de euros na área da educação; triplicou a acção social escolar, duplicou as bolsas de estudo para o ensino superior e avançou que no próximo ano lectivo os transportes escolares serão gratuitos para todos os alunos desde o pré-escolar ao secundário.

Na perspectiva da inclusão e solidariedade, o autarca destacou o Programa Repovoar, que pretende “promover a natalidade, apoiar as famílias e atrair de pessoas, nomeadamente os nossos conterrâneos”. A aprovação do regulamento que isenta de IMT a aquisição de casa por jovens e outras iniciativas “que estão a ser desenvolvidas” para disponibilizar habitações ou terrenos a custos baixos para facilitar e incentivar a fixação de jovens no concelho foram também motivo de nota no discurso do edil.

Investimento

O autarca realçou o investimento em infraestruturas, revelando que “estão em curso muitas obras de vários milhões de euros”.
No rol de obras em curso ou em projecto estão o investimento em abastecimento de água e saneamento, no qual “em 2 anos foram realizados ou estão em curso investimentos no valor de oito minhões de euros”, ou a conclusão das obras de reabilitação na Rua e Largo de S. Bento, entre outras, e da adjudicação do arranjo do Largo do Eiró em Soajo.
A reabilitação urbana, “uma realidade crescente” que “aproveita os incentivos municipais, por isso alargamos as ARUs, criando mais cinco em Soajo, Sistelo e Ermelo, que permite reduzir o IVA, o IMI e o IMT“.

“Promovemos um concelho com melhor emprego, mais inovador e próspero”, considerou o autarca, destacando o apoio que a Câmara tem dado às empresas através de incentivos, benefícios e uma rede de parceiros.
“Os resultados surgem, pois nos últimos três anos foram investidos 47 milhões de euros na criação e expansão de 23 empresas e criados mais 550 postos de trabalho”.

“Promovemos um concelho com mais dinamismo associativo, desportivo e recreativo. Há uma crescente aposta na área cultural. Reabilitamos a Igreja do Espírito Santo para Centro do Barroco, onde investimos mais de 1 milhão euros e criamos um novo paradigma na fruição de património e cultura, através do recurso a novas tecnologias como a realidade aumentada”, referiu ainda o autarca.

Turismo

O estudo publicado recentemente pelo site mundial de turismo Trivago, que coloca Arcos de Valdevez no 1º lugar dos destinos Emergentes em Turismo de Natureza do Minho, foi também recordado pelo edil arcuense, destacando as condições de “um concelho mais atractivo para visitar”, e o trabalho em rede desenvolvido pelas diversas entidades.
“Toda esta dinâmica é fruto do trabalho, envolvimento e entusiasmo de muitos, da Câmara Municipal e dos seus colaboradores, das Juntas de Freguesia e da Assembleia Municipal, das associações e instituições e das empresas, mas também do envolvimento ativo da população residente e dos emigrantes”.

Comunidade

“Promovemos uma governação assente na responsabilidade e proximidade com os arcuenses. O nosso concelho é referenciado pela qualidade da sua governação, pois estamos nos primeiros 25 municípios dos 308 de todo país. Também subimos para o 3º lugar no distrito ao nível do “Portugal City Brand Ranking” em termos de atractividade para viver, visitar e negócios”, assinalou o autarca.

Recomendado: