Requalificação da Casa do Castelo de Sistelo finalizada ainda em 2019

Programa Valorizar fará investimento de 325 mil euros para intervenção no edificado e paisagem

No dia 23 de Julho, o Ministro-adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, visitou Sistelo no âmbito de um roteiro por paisagens naturais, que serviu para dar visibilidade a destinos de Turismo de Natureza e promover as férias dos portugueses em Portugal.

Em Sistelo, Pedro Siza vieira visitou as obras de requalificação da Casa do Castelo, e da Igreja Paroquial, mas incluiu neste roteiro uma visita à ecovia e até ao Rio Vez, no qual aproveitou para dar um mergulho.

“Nos últimos três anos, o número de hóspedes na região Norte de Portugal cresceu de dois milhões para 4,2 milhões por ano. A sub-região que mais cresceu neste número foi precisamente a região Minho, com mais de um milhão por ano, e isso tem a ver com o investimento que se está a fazer na qualificação daquilo que sempre esteve aqui, mas que precisa de ser melhor apresentado aos visitantes”, reforçou o ministro-adjunto aos jornalistas, no final da visita.


A Casa do Castelo de Sistelo, pela sua importância histórica, será o cartão-de-visita da freguesia emergente enquanto um dos principais atractivos turísticos do concelho. A intervenção, que se prevê estar finalizada até ao final de 2019, é realizada no âmbito da candidatura do programa Valorizar “Promoção e Sensibilização Ambiental da Paisagem Cultural Evolutiva Viva de Sistelo” e pretende instalar um centro interpretativo da biodiversidade do rio Vez e de promoção dos produtos locais.

Esta ferramenta prevê a atribuição de um incentivo financeiro não reembolsável de cerca de 225 mil euros e um investimento total de 325 mil euros para valorizar o edificado e a paisagem de Sistelo, contando ainda com um apoio da Câmara Municipal na ordem dos 80 mil euros.

“A paisagem de Sistelo e a Ecovia do Vez é um exemplo [de qualificação] notável a esse respeito. O trabalho do município, o do Ministério da Cultura, a classificação da paisagem e investimento na ecovia tornou acessível um percurso maravilhoso, que é único pela paisagem e diversidade biológica e pelo lazer”, reforçou o Ministro-adjunto e da Economia.


Para o presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, a visita de um representante do Governo foi o “reconhecimento do trabalho” feito pela autarquia, Junta e empresários locais em prol de um objectivo que já tem bons indicadores para apresentar.

“No mês de Agosto do ano passado [2018] passaram na ecovia, só na zona de Sistelo, dez mil pessoas. Num mês, passaram tantas pessoas como nos dez anos anteriores”, frisou o autarca.

Recomendado: