Caravana Arrieira da Via Mariana Luso-Galaica passou em Arcos de Valdevez

Arcos de Valdevez foi ponto de passagem da Caravana Arrieira, uma peregrinação organizada pela Associação Luso-galaica da Via Mariana, que recria a entreajuda dos Arrieiros (antigos transportadores de mercadorias), e os peregrinos do Caminho de Santiago.

Esta passagem, que aconteceu na passada segunda-feira (5 de Agosto) foi feita no âmbito do percurso da Via Mariana Luso-Galaica que liga a Basílica do Sameiro, em Braga, ao Santuário da Virgem da Barca, em Muxia, com passagem por cerca de uma dezena de santuários marianos do Minho, incluindo o da Nossa Senhora da Peneda, e da Galiza.

A Via Mariana Luso Galaica compreende um itinerário de 372 Km entre Braga e Muxía, em 17 etapas, seguindo as rotas entre os santuários Marianos.

A rota parte do santuário do Sameiro, passa na Sé de Braga, e dirige-se para Prado, seguindo pelo concelho de Vila Verde até Goães, em Ribeira do Neiva, onde se encontra um albergue de peregrinos que acolherá os caminheiros ao fim do primeiro dia da rota.

Segue depois por Duas Igrejas, Godinhaços, Codeceda, Portela do Vade, terminando em Aboim da Nóbrega. Segue depois pelo concelho de Ponte da Barca até à Senhora do Livramento, passa em Arcos de Valdevez, no Soajo, terminando no segundo templo mariano da rota – Nossa Senhora da Peneda.
Passa depois a fronteira seguindo até Santiago de Compostela, terminando em Múxia, a 25 quilómetros de Finisterra, local habitual onde os usuários da rota jacobeia terminam a peregrinação.

Recomendado: